Ínicio > Destaque > Programa DAE na Associação Social e Cultural de Almancil
Programa DAE na ASCA

Entrou em funcionamento no início de 2017 o Programa DAE (Desfibrilhação Automática Externa) da Associação Social e Cultural de Almancil, mercê de uma parceria com o Lions Club de Loulé. A ASCA passa a estar equipada com 1 desfibrilhador automático externo e conta com 12 colaboradores (Operacionais DAE) habilitados a utilizar os DAEs em caso de paragem cardiorrespiratória. Estes colaboradores receberam formação específica em Suporte Básico de Vida e Desfibrilhação Automática Externa e o programa DAE está licenciado pelo INEM.

Os DAEs são dispositivos eletrónicos portáteis que em situações de paragem cardiorrespiratória analisam o ritmo cardíaco e nas situações indicadas aplicam um choque elétrico com o intuito de se retomar um ciclo cardíaco normal e assim evitar a morte da vítima.

A paragem cardiorrespiratória de origem cardíaca é a principal causa de mortalidade nos países desenvolvidos. Em Portugal estima-se que ocorram 10.000 casos todos os anos acontecendo quase sempre de forma súbita, inesperada e fora do meio hospitalar. Na grande maioria dos casos o único tratamento eficaz é a desfibrilhação elétrica (choque) e o fator mais importante para o sucesso da intervenção é o tempo que decorre entre o colapso da vítima e o início de manobras de Suporte Básico de Vida e a utilização de um desfibrilhador.

A Associação Social e Cultural de Almancil conta com o apoio da Ocean Medical para assegurar o responsável médico do Programa DAE, o controlo de qualidade e a formação dos Operacionais DAE. O modelo formativo seguido foi o da American Heart Association.